GLOSSÁRIO 
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
A  
Acicular Diz-se de uma folha em forma de agulha.
Actinomórfica Flor regular com simetria radial.
Acúleo Estrutura pontuda e enrijecida, e não tem qualquer conexão com o sistema vascular do caule, sendo portanto resultado de uma evaginação epidérmica (ao contrário dos espinhos), quando destacado permite a visualização de uma “cicatriz”.
Acuminada Folha ou fruta terminada em ponta.
Aerênquima  Tecido parenquimatoso, constituido por células infladas ou grandes espaços intercelulares, formando grandes cavidades no interior da planta preenchidas de ar
Apical Relativo ao ápice ou vértice.
Ápice Parte que se situa no local mais alto de; 
Androceu Conjunto dos estames, órgãos reprodutores masculinos de uma flor, com a função de produzir pólen
Anemocórica Dispersão dos frutos e das sementes por acção do vento
Anemófila Planta cuja polinização das flores é feita pela acção do vento.
Angiospérmica Plantas espermatófita cujas sementes são protegidas por uma estrutura denominada fruto. As angiosérmicas, também conhecidas por magnoliófitas ou antófitas, são o maior e mais moderno grupo de plantas, englobando cerca de 230 mil espécies.
Antera Porção terminal do estame das flores. São sacos revestidos internamente por tecido esporogénico, onde são produzidos os grãos de pólen.
Ântese Acto da abertura das flores, quando um dos seus órgãos sexuais (ou todos) amadurece e o perianto se abre, iniciando o ciclo reprodutivo da flor.
Apocárpico Gineceu cujos carpelos aparecem distintos uns dos outros
Apomorfia Termo que define uma característica mais recente derivada de uma característica primitiva de uma espécie ancestral. É a condição mais recente, surgida por modificação na condição plesiomórfica (plesiomorfia).
Aqueno Fruto seco monospérmico e indeiscente.
Aréola

Pequena protuberância elevada na região nodal dos cactos, onde deveria ter uma folha, constituídos por gema axilar, espinhos e pêlos. Nessa região, são oriundas folhas, flores, frutos e ramificações, de acordo
com as características de cada espécie.

   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Baga Fruto carnudo contendo vários grãos, mas sem tegumento duro à volta dos grãos.
Bainha Estrutura que liga a folha ao caule.
Barocórica Dispersão dos frutos e das sementes por acção da gravidade
Basal Referente à base da planta.
Bífido Dividido em duas partes sem chegar à metade do seu comprimento.
Bifoliada Folha composta por dois folíolos.
Bilabiado

Diz-se do cálice sinsépalo ou da corola simpétala com o limbo dividido em duas partes, os lábios. Corola bilabiada ou labiada: diz-se da corola com o limbo dividido em 2 partes, os lábios, e a fauce (entrada do corola) aberta.

Bilobado Repartido em dois lobos simétricos.
Bilocular Que está dividido em duas cavidades ou lóculos.
Bipinada Folha pinada cujos folíolos são também pinadamente compostos.
Bissexual Quando uma flor apresenta tanto gineceu quanto androceu
Botão O mesmo que gema.
Brácteas Estruturas foliáceas associadas às inflorescências das angiospérmicas que têm origem foliar e a função original de proteger a inflorescência ou as flores em desenvolvimento.
Bractéola Designação dada à primeira bráctea de uma ramificação axilar. Está localizada do lado oposto as nomofilos
Broto O mesmo que gema.
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Caducifólia Planta de folha caduca
Cálice Conjunto das sépalas
Cambium Camada de tecido que fornece células indiferenciadas à planta para o seu crescimento e diferenciação
Cantarófilas Plantas polinizadas por besouros, são plantas que possuem odores fortes e desagradáveis aos sentidos humanos, distintos de outros atrativos adocicados e agradáveis, das abelhas, vespas e borboletas.
Capítulo Inflorescência caracterizada por ter as flores inseridas num receptáculo discoide ou arredondado protegido por brácteas. 
Cápsula Tipo de fruto simples seco deiscente
Cariopse Tipo de fruto simples seco indeiscente
Carpelada Flor unissexual que possui apenas o gineceu
Carpelo Folhas modificadas que se fecham sobre os óvulos, formando o ovário das flores. É muito comum haver um prolongamento do carpelo no ápice do ovário, formando o estilete e o estigma. Após a fecundação dos óvulos, o carpelo desenvolve-se para formar um fruto.
Catafilo Espinho dos cactos, folha modificada para evitar a perda de água.
Caulinar Relativo ao caule.
Ciliada Tipo de folha em que a margem do limbo possui pequenos cílios.
Cipsela Tipo de fruto simples seco indeiscente
Cladística Também conhecida como sistemática filogenética, é uma escola de classificação biológica que classifica hierarquicamente as espécies em grupos ou táxons baseada puramente no princípio filogenético, um método que classifica todos os seres vivos baseando-se unicamente em suas relações evolutivas.
Clado Em cladística, um clado ou clade (do grego klados, ramo) é um grupo de organismos originados de um único ancestral comum exclusivo. Em biologia se chama clado cada um dos ramos da árvore filogenética. Por conseguinte, um clado é um grupo de espécies com um ancestral comum exclusivo.
Cladódio Estruturas caulinares com função fotossintetizante e capacidade de reservar água e nutrientes, responsáveis pela maior parte estrutural da planta e de onde sedesenvolvem as demais estruturas, e têm crescimento indeterminado.
Colênquima Tecido de suporte de natureza celulósica, permitindo a sustentação e flexibilidade dos órgãos jovens em crescimento.
Composta Tipo de folha que apresenta vários folíolos (O contrário de simples)
Cordada Diz-se de uma folha em forma de coração.
Corola Conjunto das pétalas
Costela Saliência no tronco de um cacto globular ou cilindrico, geralmente vertical, que é formada a partir da pele do cacto.
Crenada (Eng.: crenateTipo de folha em que a margem do limbo possui, em vez de cortes, pequenas elevações arredondadas.
Crenulada Finamente crenada.
Cume O mesmo que ápice
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
D   
Decídua O mesmo que caducifólia
Decumbente Decumbente (do latim, decumbens), quando aplicado às hastes caulinares, refere-se ao seu carácter de não erguidos, prostrados ou com tendência a prostrarem-se sobre o solo. Porte de planta adulta que primeiro cresce erecta e depois se aproxima do solo.
Deiscente Que se abre na maturidade para libertar os grãos.
Dentada (Eng.: serrulate) Tipo de folha em que a margem do limbo lembra a base de um serrote em que os corte são mais finos do que uma serrada
Dímera Que está dividida ou é composta por duas partes.
Dimorfismo Ocorrência de duas formas diferentes de folhas, flores, etc. na mesma planta ou na mesma espécie, geralmente ligado à sua sexualidade. Dimorfismo foliar: Diz-se das plantas onde é possível encontrar folhas de formas diferentes (por exemplo, em ramos superiores e inferiores, em jovem e em adulta, etc).
Dióica Uma espécie é dióica quando os sexos se encontram separados em indivíduos diferentes. O contrário de monóica.
Diplóide Célula, tecido ou organismo que apresenta um número duplo de cromossomas homólogos.
Dormente Diz-se da semente que necessita de outras condições para que possam embeber, por exemplo, atrito ou ácidos para romper casca muito dura. 
Drupa Tipo de fruto simples carnudo.
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Epicálice Conjunto de bractéolas (ex. nas Malváceas), situadas na base do cálice ou próximo, assemelhando-se a outro cálice.
Epicarpo Camada mais externa do fruto.
Epiderme Camada mais exterior das células à superfície do caule, constituída por células epidérmicas que recobrem os parênquimas dos órgãos aéreos, por estômatas, com uma abertura (ostíolo) e por pelos.
Epifito Desenvolve-se sobre outros vegetais sem parasitar.
Epígena Flor que apresenta ovário ínfero e o perianto e o androceu situam-se acima do ovário, não sendo possível separá-los dos tecidos que o revestem.
Endocarpo Camada interna do fruto que envolve a semente. Às vezes, o endocarpo é bem duro, e forma um caroço, como o da manga, do pêssego e da azeitona.
Endosperma Tecido de reserva que se encontra nas sementes de muitas angiospérmicas.
Entomófila Planta cuja polinização das flores é feita pela acção de insectos.
Esclerênquima Tecido de suporte lenhificado que possui como função principal o suporte mecânico.
Espádice Tipo especial de espiga, que se encontra especialmente na família das araceae, com o eixo principal espesso, protegido na base por uma bráctea vistosa e bem desenvolvida, denominada espata. 
Esporófito Fase diplóide (ou indivíduo representante da fase) das plantas cujo ciclo de vida apresenta alternância de gerações.
Estame Órgão masculino das angiospermas. É constituído por antera, conectivo e filete. A maioria das flores possui seis estames dentro de um perianto.
Estaminada Flor unissexual em que somente o androceu está presente
Estigma Parte do carpelo responsável pela recepção do grão de pólen
Estilete Parte do carpelo responsável pela condução do tubo polínico ao ovário.
Estipe ​​Pé ou sustentáculo de um órgão vegetal; pedúnculo; caule; estípite; espique; súrculo.
Estipitado Que tem estipe ou estípite
Estípite O mesmo que estipe
Estípula Estrutura com a forma de escama localizada no caule de muitas plantas vasculares, junto à bainha das folhas.
Estolão Tipo de caule que cresce paralelamente ao chão, produzindo gemas de espaço em espaço. Essas gema podem formar raízes e folhas e originar novas plantas.
Estolho O mesmo que estolão
Estolonífero Uma das formas de crescimento de plantas. A partir de um nó, no colmo da planta, são emitidas raízes de uma nova planta (estolão).
Estômato Estruturas constituídas por um conjunto de células localizadas na epiderme dos traqueófitos, especialmente na epiderme inferior das folhas, com a função de estabelecer comunicação do meio interno com a atmosfera, constituindo-se em um canal para a troca de gases e a transpiração do vegetal.
Exótica Planta que não é nativa, mas estranha a uma dada região.
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
F   
Fitotaxia Padrão da disposição das folhas ao longo do caule.
Floema Tecido não lenhificado das plantas vasculares encarregado de levar pelo caule a seiva elaborada (o alimento e as hormonas) até à raiz e aos órgãos de reserva.
Foliáceo Relativo à folha.
Foliar Relativo à folha.
Folículo Tipo de fruto simples seco deiscente.
Folíolo Subdivisão de uma folha composta.
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Gema Consiste na formação inicial de um ramo formado por células meristemáticas. Em linguagem vulgar rebentobroto ou botão,
Geminada O mesmo que bifoliada.
Gimnospérmica Planta vascular que possue sementes não protegidas por frutos.
Gineceu Conjunto de órgãos reprodutores femininos de uma flor
Glabro Diz-se de um órgão vegetal que é desprovido de pêlos.
Glauco Órgão da planta, geralmente a folha, que apresenta tons azulados ou verde-mar.
Gloquídio Pêlo minúsculo, farpado e rígido que se encontra em tufos em certos cactos (opúntias, por exemplo), em vez de, ou juntamente com, espinhos lenhosos. Tal como estes, os gloquídios emergem das aréolas do cacto.
Gomo O mesmo que gema.
   
A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
H   
Hábito Refere-se à forma geral de uma planta, tendo em conta factores como a duração do caule, o padrão de ramificação, o desenvolvimento e a textura.
Hemicriptófito Forma biológica (plantas bienais ou as perenes cuja parte aérea morre anualmente) em que as gemas de renovo ficam à superficie do solo.
Heptâmera Que está dividida em sete partes
Hexâmera Que está dividida em seis partes
Hidrocórica Dispersão dos frutos e das sementes por acção da água.
Hipógina Flor que apresenta ovário súpero e o pistilo localiza-se acima da inserção do perianto e do androceu
Homoplasia Características semelhantes surgidas independentemente em duas espécies diferentes, não representando proximidade genética.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
I   
Imparipinada Folha pinada, ou composta pinadamente, com um número impar de folículos, com um folículo terminal.
Indeiscente Fruto que não se abre na maturidade.
Indumento Cobertura de toda e qualquer parte da planta por tricomas ou outros processos. O indumento pode ser pubescente, tomentoso, lanuginoso, etc.
Inflorescência Grupo de flores sustentado num mesmo eixo.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
J   
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
K   
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
L   
Lâmina O mesmo que limbo.
Lanceolada Diz-se de uma folha em forma de lança.
Laxifloro Com as flores afastadas umas das outras.
Legume Tipo de fruto simples seco deiscente
Limbo Parte laminar da folha caracterizada por ser uma superfície achatada e ampla.
Lobada Tipo de folha em que a margem do limbo possui divisões ovais.
Loculicida Que se abre por fendas longitudinais mais ou menos no centro da parede do lóculo.
Lóculo Pequena cavidade em órgãos vegetais. É o caso da cavidade do fruto (endocarpo), que contém as sementes ou as cavidades do ovário, que contêm os óvulos, formadas a partir de dobras do tecido marginal do carpelo.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
M   
Margem A borda do limbo numa folha
Meristema

Local determinado onde ocorre o crescimento e desenvolvimento da planta. Por conterem tecidos semelhantes aos embrionários, os meristemas permitem a divisão, o alongamento e a diferenciação celular requeridos pelo crescimento e desenvolvimento

Mesocarpo Camada intermédia do fruto
Monóica Uma espécie é monóica quando o mesmo indivíduo apresenta órgãos sexuais dos dois sexos. O contrário de dióica.
Monospérmico Fruto provido de uma só semente
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
N   
Nectário Estrutura vegetal que segrega o néctar, um exsudado açucarado que atrai os insectos, aves e outros animais. 
Nervuras Prolongamentos do sistema vascular numa folha
Lugar onde uma folha se insere no caule.
Nomenclatura Aplicação do nome correcto a uma planta ou a um grupo taxonómico. A actividade actual da nomencltura botânica é governada pela International Code of Botanical Nomenclature (ICBN).
Noz Tipo de fruto simples seco indeiscente
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
O   
Obovada Diz-se de uma folha em forma de ovo invertido, com a porção alargada afastada do pecíolo
Octómera Que está dividida em oito partes
Ortótropo Que toma a posição vertical.
Ovada Diz-se de uma folha em forma de ovo, com a porção alargada próxima do pecíolo.
Ovário Parte do gineceu, que contém os óvulos a serem fecundados. É formado por uma ou mais folhas modificadas (carpelos).
Óvulo Elemento do ovário que dá um grão após a fecundação.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Palmada Folha composta palmadamente, isto é com os folíolos todos a radiarem a partir de um ponto, o fim do pecíolo.
Palmatífida Diz-se da folha cujas divisões se prolongam até o meio do limbo, dando-lhe aspecto de palma.
Palmatinérvia Diz-se da folha com várias nervuras da mesma categoria, que nascem todas do ápice do pecíolo e divergem como os dedos da palma da mão.
Paripinada Folha pinada, ou composta pinadamente, com um número par de folículos, destituída de folículo terminal.
Parênquima Tecido formado por células isodiamétricas e alongadas com vacúolos bem desenvolvidos e parede celular muito estreita que desempenham funções de fotosíntese e acumulação de reservas.
Pecíolo Estrutura da folha semelhante a um pedúnculo
Pedicelo Estrutura, originada da modificação do caule, responsável pela sustentação e condução de seiva para as flores. Conecta-se ao caule ou à raque da inflorescência na base e ao cálice no ápice. Raramente apresenta ramificações ou estruturas de origem foliar. Na sua ausência, diz-se que as flores são sésseis. O comprimento e a consistência do pedicelo pode influenciar nas características reprodutivas das flores.
Pedúnculo O mesmo que pedicelo.
Peninérvia Diz-se da folha com uma nervura mediana claramente mais espessa inserindo-se de um e outro lado desta nervuras secundárias ± paralelas entre si
Pentâmera Que está dividida em cinco partes
Perenifólia Planta de folha persistente ou perene.
Perianto Conjunto das pétalas sépalas
Periderme Cortiça ou sobro, em ramos e troncos de árvores
Perisperma Tecido de armazenamento de nutrientes originado do nucellus
Pétalas Parte da flor situada no verticilo protector mais interno. São estruturas normalmente membranáceas, amplas, coloridas e têm muitas funções, entre as quais a atracção de polinizadores. Podem ser vistosas, grandes, coloridas, ou esverdeadas, reduzidas, ou mesmo ausentes. Podem estar associados outros órgãos da flor, como os estames. Podem estar unidas entre si, ou livres. Podem apresentar pêlos nectaríferos, glândulas de odor, calosidades, diferentes texturas, formas aberrantes, cores visíveis ou até mesmo pigmentos que reflectem luz ultravioleta, visíveis apenas para insetos. Em algumas poucas espécies, são carnosas, adocicadas, comestíveis e apreciadas por pássaros. Outra função das pétalas é proteger os gametas femininos que se estarão a formar no seu interior.
Pinada Folha composta pinadamente (do tat. pinna, 'pena'), isto é com os folíolos dispostos de cada lado de um pecíolo comum ou axis; também se aplica ao modo como os veios laterais se dispõem relativamente ao meio principal.
Pinatífida

Diz-se da folha peninérvia cujos bordos apresentam incisões mais ou menos profundas.

Pinatilobada Diz-se da folha peninérvia, dividida em lobos até menos do meio do semilimbo.
Pínula O mesmo que folíolo.
Plesiomorfia Caracter ancestral. É a condição mais antiga e que estava presente no ancestral.
Poliantocarpo Infrutescência globosa formada por numerosos aquénios rodeados de pelos e coroados por estilete persistente.
Pomo Tipo de fruto simples carnoso
Prófilo O mesmo que bractéola.
Pseudanto O mesmo que capítulo.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
Q   

Quiescente

Diz-se da semente que só germina após receber certas quantidades de luz e essa quantidade pode variar bastante de planta para planta
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
R   
Racemo Rácemo, racemo, racimo ou cacho é um tipo de inflorescência em que os pedicelos das flores se inserem em diversos níveis no eixo comum, a ráquis, atingindo diferentes alturas, e cujas flores se abrem sucessivamente na extremidade do ramo, conforme este vai crescendo, de maneira que as flores mais velhas ficam mais afastadas do ápice. Seu crescimento é indeterminado.
Ráquis Ráquis ou raque é a designação dada ao eixo central de estruturas biológicas ramificadas, como penas de aves, folhas pinadas e formas biológicas semelhantes. Em botânica, é o pecíolo primário (comum) das folhas compostas.
Rebento O mesmo que gema.
Recalcitrante Diz-se da semente em que a simples absorção da água estimula o processo de germinação.
Receptáculo Suporte de outras partes da flor.
Reniforme Diz-se de uma folha em forma de rim.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
 
Sâmara Tipo de fruto simples seco indeiscente
Sépalas Parte da flor situada no verticilo mais externo. São estruturas foliáceas, normalmente menores e mais consistentes do que as pétalas, e na maior parte dos casos têm a função primordial de proteger o botão floral, fechando-se sobre este antes da ântese. São geralmente esverdeadas, mas assumem uma incrível variedade de formas e funções, de acordo com cada espécie.
Serrada (Eng.: serrate) Tipo de folha em que a margem do limbo lembra a base de um serrote em que os corte são maiores que uma dentada.
Séssil Órgão que não possui pecíolo ou haste de suporte, inserindo-se directamente no órgão principal.
Silíquia Tipo de fruto simples seco deiscente
Simples Tipo de folha que apresenta a lâmina numa secção contínua, sem folíolos (O contrário de composta)
Sinapomorfia Caracter derivado (apomorfia) que, surgindo ao longo da evolução, mantém-se em diversos grupos taxonômicos distintos, e permite a sua identificação.
Sincárpico O gineceu é designado como sincárpico se for formado por um ou mais carpelos fundidos na base
Simpétala Corola com pétalas unidas, soldadas.
Simpódico Sistema de crescimento em que o eixo principal deixa de crescer e continua o crescimento no ramo lateral, repetindo-se o processo.
Sinsépalo  Cálice com sépalas unidas
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
T  
Taxon (pl. taxa) Unidade taxonómica, essencialmente associada a um sistema de classificação científica. O táxon pode indicar uma unidade em qualquer nível de um sistema de classificação: um reino, género e uma espécie são taxa assim como qualquer outra unidade de um sistema de classificação dos seres vivos.
Taxonomia Sensu lato, é o modo de classificar entidades em categorias ordenadas (taxa; sing. taxón) segundo um determinado critério. 
Tetrâmera Que está dividida em quatro partes
Tomento Camada de pelos curtos e muito densos, dobrados e emaranhados, que cobrem as hastes, ou as folhas e outros órgãos de algumas plantas.
Traqueídeos Células do xilema
Tricarpelar  Ovário dotado de três carpelos
Tricomas Apêndices da epiderme presentes em diversos órgãos das plantas, constituindo seu indumento. Podem ser estruturas unicelulares; formadas por células em série; ou estruturas complexas ou não complexas com células especializadas, simples ou ramificadas.
Trifoliada Folha composta por três folíolos.
Trímera Que está dividida em três partes.
Tripinada Folha pinada cujos folíolos são bipinadamente compostos.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
U  
Unissexuada Flor que é, ou masculina, ou feminina. Uma flor unissexual pode ser carpelada ou estaminada.
Unissexual O mesmo que unissexuada 
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
V  
Vascular Diz-se de uma planta terrestre que tem tecidos (xilema e floema) que conduzem a água, os minerais e os produtos da fotossíntese.
Vértice O mesmo que ápice.
Verticilo Designa qualquer ponto do caule onde se insere um conjunto de peças foliáceas ou outros órgãos, vulgarmente designado .
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
W  
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
X  
Xerófito Diz-se de vegetal adaptado para sobreviver no deserto.
Xeromorfismo Adaptações das plantas a climas semiárido a desértico, constituídas por estruturas vegetais semelhantes às dos xerófitos ou adaptações fisiológicas, como alterações no processo de abertura dos estômatos.
Xilema Tecido lenhificado que transporta a seiva bruta (a água e os minerais) a partir da raíz.
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
Y  
   
  A B C D E F G H I J K L M N O P Q R S T U V W X Y Z
   
Z  
Zigomórfica Flor irregular que não possui um plano de simetria
Zoocórica Dispersão dos frutos e das sementes por acção dos animais
Como navegar

O Portal das Angiospérmicas está organizado em vários tópicos:

 O Lugar e a Flor: a página de entrada do portal, continuada nas páginas seguintes (páginas públicas):

  • O Sítio do Tremontelo... (história e descrição do lugar)
  • ... e as plantas com flor (breve apanhado das plantas angiospérmicas encontradas no lugar)

O Sítio:

  • Os lugares (galeria de fotografias)
  • Os habitantes do lugar (galeria de fotografias)
  • Os processos:
    • O cultivo (página pública) desenvolvido nas seguintes páginas:
      • Propagação
      • Compostagem
      • Adubos verdes
      • Irrigação
      • Poda
      • Geadas
      • Pestes e doenças
    • A utilização (página pública) desenvolvido nas seguintes páginas:
      • Plantas aromáticas
      • Plantas na cozinha
      • Plantas medicinais
      • Plantas ornamentais
    • Calendário

O inventário: o levantamento e organização das angiospérmicas do Tremontelo.

  • Espécies
  • Famíliass (páginas públicas)  (inclui galerias de fotografias) 
  • Ordens (páginas públicas)
  • Clados (páginas públicas)
Botânica: noções (muito) básicas sobre plantas e classificações taxonómicas:
  • Partes da Planta
  • Taxonomias:
    • Classificações
    • Classificação científica
    • Níveis taxonómicos
    • Classificação ordinal
  • Química da Vida Vegetal:
    • Hormonas
    • Óleos essenciais
    • Metabolismo
    • Nutrição
  • Referências:
    • Referências on-line
    • Livros (físicos)
  • Glossário (página pública)